Feeds:
Posts
Comentários

Archive for fevereiro \22\UTC 2011

Quando fizeres algo nobre e belo e ninguém notar,não fique triste. Pois o sol toda manhã faz um lindo espetáculo e no entanto, a maioria da platéia ainda dorme…

(John Lennon)

Anúncios

Read Full Post »

Eu nunca colocaria meu destino na mão de outra pessoa. É por isso que eu sempre venço e você sempre perde.

(Blair Waldorf – Gossip Girl)

Read Full Post »

Certo, certo, desligue as luzes
Nós vamos perder a cabeça esta noite
Qual é o problema, gente?
Eu amo quando está tudo muito
05:00, Ligue o rádio
Onde está o rock ‘n’ roll?
Destruidor de festas,
ladrão de dinheiro
Chame-me se quiser uma bandida
Não seja chique, apenas dance
Por que tão sério?
Então erga seu copo se estiver errado
De todas as formas corretas,
todos os meus oprimidos
Nós nunca seremos nada além de barulhentos.
E piolhentos sujos louquinhos
Você não virá e virá e erguer o seu copo?!
Apenas venha e venha e erga o seu copo!
Batida batida, oh merda, quente
Que parte da festa não está entendendo?
Nós devemos apenas enlouquecer (enlouqueça já)
Não posso parar, chegando a quente
Eu deveria estar trancado no local certo
Está tão ligada neste momento (É tão foda agora)
Destruidor de festas,
ladrão de dinheiro
Chame-me se quiser uma bandida
Não seja chique, apenas dance
Por que tão sério?
Então erga seu copo se estiver errado
De todas as formas corretas,
todos os meus oprimidos
Nós nunca seremos nada além de barulhentos.
E piolhentos sujos louquinhos
Você não virá e virá e erguer o seu copo?!
Apenas venha e venha e erga o seu copo!
Você não virá e virá e erguer o seu copo?!
Apenas venha e venha e erga o seu copo!
Oh merda, meu copo está vazio , isso é péssimo!
Então, se você é muito legal para a escola
E você é tratado como um idiota
Você pode optar por deixar isso pra lá
Podemos sempre, sempre podemos
festejar por nós mesmos
Então erga seu copo
Então erga seu copo se estiver errado
De todas as formas corretas,
todos os meus oprimidos
Nós nunca seremos nada além de barulhentos.
E piolhentos sujos louquinhos
Então erga seu copo se estiver errado
De todas as formas corretas,
todos os meus oprimidos
Nós nunca seremos nada além de barulhentos.
E piolhentos sujos louquinhos
Você não virá e virá e erguer o seu copo?!
Apenas venha e venha e erga o seu copo!
Você não virá e virá e erguer o seu copo para mim?!
Apenas venha e venha e erga o seu copo para mim!

Read Full Post »

Bom, estes dias eu estava sem ter o que fazer todas as tardes, e como mente vazia é oficina do capeta (rsrsrsrs), resolvi ver o que estava passando na tv…

Então liguei no SBT e para minha surpresa estava começando uma novela chamada CAMALEÕES… estava bem na parte da abertura onde a atriz principal (Belinda) também canta o tema da novela…

Bom… confesso que fiquei curioso para ouvir toda a musica, já que passa apenas um pequeno trexo na abertura… então entrei louco na net em busca da bendita musica… o que eu achei me deixou sem palavras…

A música se chama “Sal De Mi Piel” e já é uma das musicas mais incríveis que eu escutei em toda a minha vida… vale a pena deixar claro que eu já conhecia algumas músicas desta cantora que além de bonita é muito talentosa ^^ Então abaixo está a letra dessa musica em português, e uma dica pra quem gosta de musica que faça pensar… ouça sem parar^^

Sal da Minha Pele

Já não está
Desde ontem
Chove sal
Sal da minha pele
Te olhei
Junto de mim
Acordei
Soube que não estava aí
Trata de entender
Que não posso te esquecer
Tirar você de mim
Respiro não posso
Me afoga te olhar, pensar em você
Sal da minha pele
Relembrar um mar de mel
Amargo amor te digo adeus
Cheira a você
Em cada canto
Em cada canção
E me mata te deixar ir
Que não posso te esquecer
Tirar você de mim
Respiro não posso
Me afoga te olhar, pensar em você
Sal da minha pele
Sal da minha pele
E te amo e te odeio
E te amo
E não posso te esquecer
Tirar você de mim
Respiro não posso
Me afoga te olhar, pensar em você
Sal da minha pele
Sal da minha pele

 

Read Full Post »

Prometeu

O Céu e Terra já estavam criados. A parte ígnea, mais leve, tinha-se espalhado e formado o firmamento. O ar colocou-se de seguida. A terra, como era mais pesada, ficou por baixo e a água ocupou o ponto inferior, fazendo flutuar a terra. Neste mundo assim criado, habitavam as plantas e os animais. Mas faltava a criatura na qual pudesse habitar o espírito divino.

Foi então que chegou à terra o Titã Prometeu, descendente da antiga raça de deuses destronada por Zeus. O gigante sabia que na terra estava adormecida a semente dos céus. Por isso apanhou um bocado de argila e molhou-a com um pouco de água de um rio. Com essa matéria fez o homem, à semelhança dos deuses, para que fosse o senhor da terra. Tirou das almas dos animais características boas e más, animando assim a sua criatura. E Atena, deusa da sabedoria, admirou a criação do filho dos Titãs e insuflou naquela imagem de argila o espírito com o sopro divino.

Foi assim que surgiram os primeiros seres humanos, que logo povoaram a terra. Mas faltavam-lhes conhecimentos sobre os assuntos da terra e do céu. Vagueavam sem saber a arte da construção, da agricultura, da filosofia. Não sabiam caçar ou pescar – e nada sabiam sobre a sua origem divina.

Prometeu aproximou-se e ensinou às suas criaturas todos esses segredos. Inventou o arado para o homem poder plantar, a cunhagem das moedas para que houvesse o comércio, a escrita e a extracção do minério. Ensinou-lhes a arte da profecia e da astronomia, enfim todas as artes necessárias ao desenvolvimento da humanidade.

No entanto faltava-lhes ainda um último dom para se puderem manter vivos – o fogo. Este dom, entretanto, havia sido negado à humanidade pelo grande Zeus. Porém, Prometeu apanhou um caule do nártex, aproximou-se da carruagem de Febo (o Sol) e incendiou o caule. Com esta tocha, Prometeu entregou o fogo para a humanidade, o que lhe dava a possibilidade de dominar o mundo e os seus habitantes.

Zeus, porém, irritou-se ao ver que o homem possuíra o fogo e que a sua vontade tinha sido contrariada. Por isso tramou no Olimpo a sua vingança. Mandou que Hefesto fizesse uma estátua de uma linda donzela, a que chamou Pandora – “a que possui todos os dons”,(uma vez que cada um dos deuses deu à donzela um dom). Afrodite deu-lhe a beleza, Hermes o dom da fala, Apólo, a música. Vários outros encantos foram consedidos à criatura pelos deuses.

Zeus pediu ainda que cada imortal reservasse um malefício para a humanidade. Esses presentes maléficos foram guardados numa caixa, que a donzela levava nas mãos. Pandora, então, desceu à terra, conduzida por Hermes, e aproximou-se de Epimeteu – “o que pensa depois”, o irmão de Prometeu – “aquele que pensa antes” e diante dele abriu a tampa do presente de Zeus. Foi então que a humanidade, que até aquele momento havia habitado num mundo sem doenças ou sofrimentos, se viu assaltada por inúmeros malefícios. Pandora tornou a fechar a caixa rapidamente, antes que o único benefício que havia na caixa escapasse – a esperança.

Zeus dirigiu então a sua fúria contra o próprio Prometeu, mandando que Hefesto e seus serviçais Crato e Bia (o poder e a violência) acorrentassem o Titã a um penhasco do monte Cáucaso. Mandou ainda uma águia devorar diariamente o fígado de Prometeu que, por ser ele um Titã, se regenerava. O seu sofrimento durou por inúmeras eras, até que Hércules passou por ele e viu o seu sofrimento. Abateu a gigantesca águia com uma flecha certeira e libertou o cativo das suas correntes. Entretanto, para que a vontade de Zeus fosse cumprida, o gigante passou a usar um anel com uma pedra retirada do monte. Assim, Zeus sempre poderia afirmar que Prometeu se mantinha preso ao Cáucaso.

 

Read Full Post »

Minhas mãos ainda estão molhadas do azul das ondas entreabertas e a cor que escorre dos meus dedos, colore as areias desertas…

(Cecília Meireles)

Read Full Post »

Segredos…

“Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida e nela só tenho uma chance de fazer o que quero.
Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce, dificuldades para fazê-la forte,
Tristeza para fazê-la humana e esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas,
elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.”

(Clarice Lispector)

Read Full Post »

Older Posts »